A Arte de Exportar o Primeiro Passo para a Internacionalização - Parte V - Estratégias de Exportação


  • Publicado em 20 de agosto de 2021


Prezados amigos do Linkedin, com muito prazer compartilho, mais esse artigo em continuidade ao anterior, pois, trata-se de um assunto vasto a ser explorado com muitas possibilidades de linhas de planejamento estratégico e ação.

No artigo anterior falamos basicamente do conceito de estratégia e alguns pontos fundamentais que as empresas têm que buscar, para se inserirem no mercado internacional e buscar seu espaço ao sol.

Com isso, vamos partir para a prática do negócio:

Faz parte da estratégia de internacionalização de empresas os passos básicos abaixo sendo:

- Após você ter total controle do seu produto e serviço, ter entendido o propósito da sua empresa e principalmente qual o valor agregado que você irá levar ao mercado oferecendo seu diferencial ao segmento que se dedica.

  • Organize sua empresa para que todos os departamentos trabalhem em conjunto no proposito de internacionalização, como ditado diz, cada qual no seu quadrado, assim a engrenagem da sua empresa vai funcionar muito bem e melhor, quando os clientes internacionais, solicitarem informações especificas, onde você não terá a necessidade de centralizar as informações em uma única pessoa ou departamento e sim fazer com que a empresa funcione, como uma engrenagem em pró do objetivo comum que é internacionalizar sua companhia.

  • Cada departamento, tem que ter uma pessoa apta a ser interlocutora interna ou externa a seus clientes, onde cada um irá fazer o seu papel de atendimento, para serem ágeis e eficientes no atendimento internacional, pois, isso conta muito.

  • Avaliar se sua empresa, tem capacidade produtiva ou de atendimento de serviços internacionais, pois, ao momento que vocês iniciam a jornada de internacionalização da companhia, geralmente isso é uma via sem volta, não se pode começar algo e não ter capacidade produtiva para atender, ou achar que só os momentos de sazonalidade do mercado nacional, a indústria irá aproveitar essas brechas, o atendimento internacional é contínuo e tem que ser muito bem planejado para atender os tempos e necessidades dos clientes, qualquer atraso, incumprimento ou problema, causam grandes prejuízos tanto financeiros, como da imagem da empresa, Com isso, estejam bem preparados com as demandas para não serem surpreendidos logo no início.

  • Pesquisar profundamente o mercado ou regiões alvos que seu produto e/ou serviço são mais competitivos a serem vendidos. Existem uma série de consultorias internacionais e empresas locais (recomendo muito contratar empresas com amplitude internacional) que podem auxiliar empresas que querem iniciar seus negócios no exterior.

  • Reservar capital de investimento para feiras internacionais, visitas in loco aos clientes e mercados alvos, gosto de ditados e vai mais um, o olhar do dono é que engorda o gado, ou seja, nada melhor que sair para mercado e evender seu produto e serviço olho no olho, esse ainda é o melhor caminho a se fechar negócios duradouros e fidedignos, as empresas que querem se internacionalizar, e não, somente exportar seus produtos tem que sair a campo e conhecer pessoas, empresas, distribuidores, agentes que queiram e busquem produtos como o de vocês.

  • A Apex Brasil, onde a Brazilian Look é associada, através de vários programas setoriais, faz um excelente trabalho e conecta as empresas aos interessados a nível mundial, isso é um excelente primeiro passo para estar participando de eventos internacionais, projetos compradores, missões comerciais e projetos específicos para seu segmento.

  • Verificar todo e qualquer tipo de incentivo extra que seu produto e serviço pode ter, desde processos de drawback, que possam fazer que o preço de seu produto seja ainda amais competitivo, como a correta formação de preço, fazem com que você possa se diferenciar e muito, face a concorrência mundial.

  • Mídia, isso é fundamental, através das redes sociais, as fronteiras caíram e agora seu produto e serviço tem alcance e visão mundial, mas, alguns cuidados são importantes antes de você se lançar no mundo das redes sociais, com seu produto e/ou serviço, além das informações ditas acima, temos:

  • Ter pelo menos o seu produto e serviço, muito bem descrito e apresentado em pelos menos dois idiomas (além do nativo), minha recomendação é o inglês e espanhol, que tem uma abrangência extremamente grande em todo o mundo.

  • Verificar os meios de mídia mais utilizados nas regiões que vocês querem vender seus produtos, cada dia mais o Instagram, está crescendo, mas, existem aplicativos locais em cada país ou região que podem dar amplitude e reconhecimento tão grande, quantos os tradicionais e as vezes com um custo até menor.

  • E por fim, que os canais de venda de seu produto e serviços já estejam bem determinados, por ao se lançar no mercado, correrá o risco (isso é muito bom) de ter um êxito muito rápido e se não estiver preparado, com um distribuidor, representante local ou venda, já queimará na largada, então cumprir os passos anteriores é de extrema importância.

Espero que tenha gostado de mais esse artigo, teremos mais e peço que comentem, curtam e compartilhem.

Nos sigam em nossas redes sociais, se inscrevam em nosso mais novo canal do Youtube, onde compartilharemos dicas, curiosidades, entrevistas sobre o mundo de comércio exterior.








0 visualização0 comentário